Você está em ‘Destination wedding’

Destination Wedding em Portugal – Mariana & Thiago

Por

Meninas, tudo bem? Não é segredo para ninguém que eu AMO Portugal, e considero o país um dos melhores lugares para um destination wedding, especialmente para noivos brasileiros! As razões são incontáveis: a comida, o vinho, as pessoas, os valores (sim, casar em Portugal é barato, quando se compara com os preços praticados no Brasil!). Não é por acaso que tem tanta noiva brasileira casando em Portugal.

Os brasileiros Mariana e Thiago escolheram a vinícola Paço Calheiros, em Ponte de Lima, Portugal, para dizer sim. Rui Mota Pinto, um dos maiores nomes em assessoria de casamento em Portugal, foi o responsável pela organização e decoração do casamento.

“Todo o conceito da festa foi criado em cima de três desejos dos noivos: um casamento íntimo e familiar, referências a Portugal e, especialmente, à região de Ponte de Lima, e diversão”, conta Rui Mota Pinto, que ficou em contato com o casal via Skype – não é preciso viajar antes do casamento, dá para resolver tudo com reuniões online!

Para o grande dia, Mariana e Thiago levaram apenas o fotógrafo e o cinegrafista. Todos os outros fornecedores foram escolhidos no pequeno vilarejo português e arredores.

 

MarianaeThiagoHighlights(ThrallPhotography)-030-min

MarianaeThiagoHighlights(ThrallPhotography)-060-min

MarianaeThiagoHighlights(ThrallPhotography)-065-min

MarianaeThiagoHighlights(ThrallPhotography)-097-min

MarianaeThiagoHighlights(ThrallPhotography)-103-min

MarianaeThiagoHighlights(ThrallPhotography)-106-min

MarianaeThiagoHighlights(ThrallPhotography)-155-min

MarianaeThiagoHighlights(ThrallPhotography)-163-min

MarianaeThiagoHighlights(ThrallPhotography)-200-min

MarianaeThiagoHighlights(ThrallPhotography)-204-min

MarianaeThiagoHighlights(ThrallPhotography)-212-min

MarianaeThiagoHighlights(ThrallPhotography)-216-min

MarianaeThiagoHighlights(ThrallPhotography)-217-min

MarianaeThiagoHighlights(ThrallPhotography)-223-min

MarianaeThiagoHighlights(ThrallPhotography)-238-min

MarianaeThiagoHighlights(ThrallPhotography)-241-min

MarianaeThiagoHighlights(ThrallPhotography)-242-min

MarianaeThiagoHighlights(ThrallPhotography)-254-min

MarianaeThiagoHighlights(ThrallPhotography)-256-min

MarianaeThiagoHighlights(ThrallPhotography)-272-min

MarianaeThiagoHighlights(ThrallPhotography)-273-min

MarianaeThiagoHighlights(ThrallPhotography)-274-min

MarianaeThiagoHighlights(ThrallPhotography)-303-min

MarianaeThiagoHighlights(ThrallPhotography)-321-min

MarianaeThiagoHighlights(ThrallPhotography)-323-min

MarianaeThiagoHighlights(ThrallPhotography)-339-min

MarianaeThiagoHighlights(ThrallPhotography)-340-min

MarianaeThiagoHighlights(ThrallPhotography)-365-min

MarianaeThiagoHighlights(ThrallPhotography)-371-min

MarianaeThiagoHighlights(ThrallPhotography)-380-min

MarianaeThiagoHighlights(ThrallPhotography)-381-min

MarianaeThiagoHighlights(ThrallPhotography)-392-min

MarianaeThiagoHighlights(ThrallPhotography)-400-min

MarianaeThiagoHighlights(ThrallPhotography)-424-min

MarianaeThiagoHighlights(ThrallPhotography)-429-min

MarianaeThiagoHighlights(ThrallPhotography)-430-min

MarianaeThiagoHighlights(ThrallPhotography)-456-min

MarianaeThiagoHighlights(ThrallPhotography)-459-min

MarianaeThiagoHighlights(ThrallPhotography)-467-min

MarianaeThiagoHighlights(ThrallPhotography)-540-min

MarianaeThiagoHighlights(ThrallPhotography)-541-min

MarianaeThiagoHighlights(ThrallPhotography)-556-min

MarianaeThiagoHighlights(ThrallPhotography)-565-min

MarianaeThiagoHighlights(ThrallPhotography)-566-min

Fornecedores

Espaço: Paço Calheiros, Ponte de Lima, Portugal

Assessoria: Rui Mota Pinto (Assessor de Casamento de Lisboa)

Fotos: Thrall Photography

Vídeo: Graviola Films

Decoração: Rui Mota Pinto

Buffet: Paço Calheiros

Flores: Mescla Arte Floral & Ludovina Cancela

Vestido da noiva: Laure de Sagazan

Sapato: Juliana Bicudo

Identidade visual: Design by Kamilla Mello

Bolo: Cake N´Flavor

Doces: Paço Calheiros

Veja também

Destination Wedding: respondendo dúvidas de quem vai casar no exterior – parte II

Por

wedding-photographer-portugal

Meninas, amei receber as dúvidas  de vocês! Para quem não viu, eu fiz um post aqui com os principais questionamentos que recebo sobre destination wedding, então, tive que fazer uma matéria parte II com a quantidade de perguntas que chegou.

Continuem deixando suas dúvidas nos comentários que eu prometo responder tudo. Vamos lá:

Casar fora do Brasil é mais barato?
Sim, meninas. É verdade. E não estou falando apenas do Caribe, que oferece cerimônias simbólicas a partir de 300 dólares. Mas até um miniwedding na Europa pode ter um valor mais em conta que um casamento em São Paulo, por exemplo. Tudo depende do tipo de casamento que os noivos querem e quantos convidados estarão esperando. O estilo de muitos casamentos no Brasil é extremamente custoso, e se o budget não é tão alto, vocês podem abrir mão de algumas regalias para fazer um casamento lindo, onde sempre sonharam, só que um pouco menor.

Quem realiza a cerimônia?
Um celebrante local, que pode ser indicado pela wedding planner ou pelo espaço da festa, ou alguém da confiança dos noivos, como padrinhos ou irmãos.

É preciso visitar o local antes do casamento?
No melhor dos mundos sim. Seria ideal que os noivos visitassem o local antes, mesmo que por um final de semana apenas. Caso não seja possível, repito a importância de escolher uma assessora de casamento local, que seja capaz de fazer visitas técnicas.

Quanto tempo antes do casamento os noivos devem chegar ao local?
Se o casamento é no sábado, o ideal é chegar no máximo até quinta-feira. Assim, o casal tem um tempinho para mergulhar aos poucos no universo do local, além de se adaptar ao fuso horário.

Qual a melhor época do ano/data para um destination wedding?
Não existe regra, mas pensando no destino, deve-se levar em consideração o extremo calor e o inverno rigoroso de alguns países. Para um casamento na Europa, a melhor época do ano é entre maio e outubro, pois o clima é mais agradável.  Pensando nos convidados, vale a pena ficar atento também aos feriados do próprio país de origem dos noivos. Casar em um feriado permite que os convidados tenham mais dias para viajar, e assim, mais disponibilidade de comparecer ao casamento.

Veja também

Destination Wedding: respondendo dúvidas de quem vai casar no exterior

Por

destination-wedding-lisbon-1493334806destination wedding portugal

Oi meninas, tudo bem?

A tendência do Destination Wedding, ou o casamento no exterior, vem conquistando cada vez mais as noivas brasileiras. Apesar de ser um sucesso, casar em outro país ainda é uma prática relativamente nova para os casais do Brasil.

Recebo muitas dúvidas de gente que ama a ideia de viajar com os convidados e fazer mais de um dia de festa, mas tem quem não saiba por onde começar, quem deve pagar o que e até mesmo qual o melhor país para isso.

Resolvi reunir nesse post algumas das principais perguntas que recebo – vai precisar de mais de um post para esclarecer tudo, é claro! Quem tiver dúvidas também pode deixar nos comentários que eu respondo por lá ou incluo no próximo post, ok? Vamos lá:

Quanto tempo antes o casal deve começar com os preparativos?
O primeiro passo é contratar um organizador de casamento no local em que você deseja casar e começar a conhecer os fornecedores da região. O tempo de antecedência deve ser igual a média dos casamentos realizados no Brasil, 12 meses.

Quem paga a despesa dos convidados?
Não existe uma regra. Neste caso, o que vale é o bom senso. Geralmente são os próprios convidados que arcam com os custos de passagem e hospedagem, e os noivos pagam a festa. Porém, os noivos precisam ter consciência que um padrinho ou madrinha pode recusar o convite devido aos gastos.

Os noivos decidiram casar em um resort ou hotel. Isso significa que os convidados vão precisar se hospedar lá?
Não, os noivos não devem fazer essa exigência. Ficará hospedado quem puder. O ideal é que o casal faça visitas a hotéis e pousadas próximo ao local escolhido para o evento e negociem pacotes de hospedagem para os seus convidados, além de oferecer transporte de outros hotéis até o local da festa.

Quando o save the Date deve ser enviado?
É importante enviar o Save the Date no mínimo com seis meses de antecedência. Lembre-se que os convidados precisam se programar para fazer uma viagem, pedir folga ou até mesmo tirar férias. Quanto mais informações e orientações passarem, melhor e mais prático será para todos.

Qual é a melhor maneira de levar o vestido de noiva na mala de viagem?
Leve  o vestido dobradinho em uma caixa, que pode também ser colocada dentro de uma mala de mão – é sempre bom tê-lo por perto. Tome cuidado com as estruturas e use papel de seda entre as dobras.

Veja também

Lua de mel nas Ilhas Cayman

Por

Oi meninas, tudo bem? Animadas para o final de semana?

Hoje eu venho trazer uma dica de lua de mel (ou destination wedding) de um destino ainda pouco conhecido pelos brasileiros: Ilhas Cayman. 

O arquipélago fica a pouco mais de uma hora a partir de Miami (ou seja, fácil de chegar). A região se destaca pelas praias de areia branca, mar de águas cristalinas, rica vida marinha e, poucos sabem, pela diversidade gastronômica em Grand Cayman principalmente. As outras ilhas são Little Cayman e Cayman Brac, bastante visitadas principalmente por praticantes do mergulho.

108_Beach pods_9984.jpg

Kimpton-final-medium.jpg 104_Pool main_9690.jpg

Onde ficar

O Kimpton Seafire é um resort de praia, mas com décor contemporâneo, inspirado na flora das Ilhas Cayman, com tons de vermelho, pink e coral misturados a tecidos de linho branco.Madeira, vidro e plantas dão o tom do lobby aos quartos, onde reina a luz natural. As sacadas são posicionadas de tal forma que garantem total privacidade dos hóspedes – e a melhor vista das águas azul turquesa. Ainda, três exclusivos bangalôs potencializam o luxo de hospedar-se ouvindo o barulho do mar.

Mas seu maior destaque é a gastronomia:o Seafire traz três restaurantes gourmet, dois pool-barscom coquetelaria criativa e o“Seafire Pantry”, um empório ao estilo boulangèrie, com pães e doces artesanais, café, além de queijos e vinho ao estilo “take away”. Chef-executivo dos restaurantes do hotel, o canadense Massimo De Francesca desenvolveu menus sob medida para elevar a experiência dos hóspedes a outro nível; sempre com ingredientes frescos e locais, tanto da terra como do mar.

ksf_details_015.jpg ksf_details_027.jpg DSC_1470_view_V2.jpg

O Ave, de cozinha mediterrânea, é o restaurante mais familiar, com menu kids e brunch aos domingos. Já o Avecita propõe o chamado “experiential dinner”,reunindo apenas dez comensais em torno de uma grande grelha, onde o chef prepara tapas e outras delícias (Há, ainda, outros 30 lugares no restaurante, em mesas comunais). Pé na areia, o caribenho Coccoloba serve tacos, margaritas, sucos e uma ampla carta de cervejas, para compor o clima.

Aninhado entre jardins tropicais, o “Spa at Seafire” abriga sete salas de tratamento, duas piscinas e um lindo hamame (banho turco) em seus quase 800 metros quadrados. Fitness center e o Camp Seafire – como é chamado o Kids Clube – completam a infra deste resort cinco estrelas.

ksf_details_044.jpg ksf_pres_balcony_75_v1.jpg

Gostaram? Vem saber mais aqui

Veja também

1 2 3 5